Vacinação avança e municípios preparam retomada turística

Prefeituras de balneários das regiões Norte e Sul do estado querem recuperar a economia já na próxima alta temporada do turismo

O tombo econômico provocado pela fase de maior restrição da pandemia que afetou os municípios balneários de Alagoas pode e deve ser revertido. Especialistas do setor indicam que o reaquecimento do turismo local favorece o Nordeste, em especial Alagoas, por conta dos novos equipamentos, estrutura de deslocamento, gastronomia e preços atraentes.

Pensando nisso, cidades do litoral sul e norte se articulam com o comércio local e o trade para vender, captar e reordenar todos os investimentos para o setor. Tudo com a certeza de que irá reverter, também, para a economia local. Para isso, a conscientização junto aos empresários e comerciantes em geral não para, já que a ideia é enfatizar o lema “passeio, hospedagem e diversão com segurança”.

Em Paripueira, no norte do Estado, o secretário Antônio Moura usa toda a experiência e contatos, juntamente com o envolvimento do Executivo municipal, para reordenar a cidade e planejamento urbano. Tudo para que a cidade, que já tem um charme e acesso fácil, garanta conforto, segurança e oferta de serviços para quem vem de fora de Alagoas e os alagoanos que curtem suas belezas.

“Todos estão aproveitando esse momento com o foco na vacinação, protocolos e cuidados para evitar o contágio. Mas, paralelo a isso, estamos trabalhando várias situações. A prefeitura está entrando agora num grande número de ordens de serviços para a nova fase da orla, já em agosto, que será requalificada com espaços esportivos, para gastronomia e lazer”, adiantou Moura.

Do ponto de vista local a população não foi esquecida e a reforma do ginásio de esportes, reforma do mercado e construção do estádio de futebol também figura entre os investimentos. Outro plano de trabalho inclui o Projeto Cidade Linda, que vai calçar todas as ruas do município que não estão pavimentadas.

“E junto com a Sedetur vamos incrementar os portais e planejamento, uma pintura nas ruas da cidade para embelezá-la e deixá-la mais atrativa. Também estamos trabalhando com os principais players do mercado turístico: pessoal que faz passeio aquaviário, de bugres, de jipe, além das barracas no intuito de profissionalizar mais esses serviços para atender melhor os turistas”, detalha.

Segundo Antônio Moura, nos próximos meses a cidade vai estar se preparando com foco na alta estação, já que o município também acredita que “todo o mercado nacional vai ser aquecido” com a retomada das viagens, mediante o aumento da vacinação e a redução dos casos. “Acreditamos que por conta dos protocolos para se viajar para o exterior vamos ter um mercado interno muito aquecido. Um detalhe que também podemos adiantar é que estamos trabalhando para a vinda de um grande grupo hoteleiro para a região”, disse Moura.

SEGURANÇA

Assim como em Paripueira, onde a segurança sanitária norteia todas as ações, um pouco mais adiante, na cidade de Porto de Pedras a prefeitura tem priorizado os cuidados, sinalização e a imunização de todo o pessoal do município conforme preconiza o Plano Nacional de Imunização (PNI).

A proposta de receber bem passa primeiro pelos cuidados com a equipe e os cidadãos. Neste aspecto, inclusive, conforme revelou a secretária municipal de Turismo, Zélia Cavalcanti, a cidade teve poucos casos letais da Covid-19 fruto dos cuidados desde o início dos trabalhos.

“Desde o início da pandemia, a cidade adotou todos os protocolos de segurança e tem acompanhado junto ao trade - pousadas, bares, restaurantes, lojinhas, serviços - a execução das medidas obrigatórias pelos agentes da Secretaria Municipal de Saúde. O setor foi atingido com as proibições durante a fase vermelha, mas, mesmo assim, como nosso turista é diferenciado, a taxa de ocupação não teve uma queda tão impactante”, informou Zélia.

Parte do planejamento da cidade para a retomada plena do turismo envolve a articulação da equipe por meio do Conselho Municipal de Turismo.