Bolsonaro entrega igrejas recuperadas em Marechal Deodoro e Maceió

Presente na cerimônia, a presidente do Iphan reconheceu atuação do senador Collor na preservação do patrimônio histórico do estado

O presidente Jair Bolsonaro, ao lado do senador Collor, do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, da presidente Nacional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Larissa Peixoto, e do ministro do Turismo, Carlos Alberto Gomes de Brito, inaugurou, na manhã desta terça-feira (28), em Maceió, a reforma e restauração da Igreja dos Martírios, localizada no Centro da capital alagoana. Na ocasião, a representante do Iphan ressaltou a atuação do senador Collor, que tanto apoia a causa do patrimônio cultural.

"Hoje estamos comemorando uma série de intervenções nessa igreja, que é do século XIX. Nesta obra, fizemos a reforma as esquadrias e do forro, a restauração da cúpula, que é cheia de cacos de porcelana, a restauração da cobertura e a modernização de todas as instalações elétricas. Mas os trabalhos não param por aí, porque, no meio da obra, nas prospecções da parede, descobriu-se três camadas de tinta e uma parede marmorizada. Por isso, a obra continua e iremos retomar a pintura original da igreja. Quero agradecer a todos que tornaram possível esses trabalhos. Ao senador Collor, que tanto apoia a causa da patrimônio cultural", pontuou a representante do órgão, que ainda lembrou da contribuição do senador Collor para que a obra fosse realizada.

Além da restauração da Igreja dos Martírios, também foi inaugurada a requalificação do Largo de São Gonçalo e da Igreja do Amparo - Foto: Anderson Oliveira

No momento, o senador Collor citou o apoio do presidente Bolsonaro ao patrimônio histórico e a cultura de Alagoas. "Festa muito bonita aqui. Inauguração da restauração da Igreja dos Martírios. A multidão toda aqui, apoiando essa motivação que o presidente Bolsonaro dá a cultura e patrimônio Histórico do nosso estado e do Brasil. Estou muito feliz de estar aqui participando deste momento", disse.

Além da restauração da Igreja dos Martírios, também foi inaugurada hoje, pelo Governo Federal, a requalificação do Largo de São Gonçalo, em Penedo, e da Igreja do Amparo, em Marechal Deodoro, que passa a abrigar a primeira biblioteca municipal da cidade. "Isso prova que o patrimônio cultural precisa ser utilizado e adotado pela comunidade", pontuou Larissa.

Na ocasião, Bolsonaro falou sobre o carinho com o qual o Governo Federal trata o patrimônio histórico e cultural. "A todos os presentes, realmente não tem preço olhar para essa grandiosidade que está aqui. Isso mostra o carinho com que o Governo Federal trata os patrimônios da União. Uma restauração de obras como esta nos faz voltar ao tempo, aos nossos antepassados. Nós somos cristãos, um país majoritariamente cristão e vivemos hoje uma luta do bem contra o mal, mas o bem vencerá, porque nós somos contra o aborto, contra a ideologia de gênero, a liberação das drogas e pró-família. A família é a base da sociedade e a sua espiritualidade se reforça quando frenquentamos as igrejas e os templos atrás de Deus, o responsável pela salvação das nossas almas", destacou o presidente.

O ministro do Turismo, Carlos Alberto Gomes de Brito, falou sobre os investimentos realizados pelo Governo Federal no Nordeste. Somente nas obras referentes às melhorias do patrimônio cultural, que foram entregues hoje em Alagoas, foram investidos R$ 8,8 milhões.

Bolsonaro falou sobre o carinho com o qual o Governo Federal trata o patrimônio histórico e cultural - Foto: Anderson Oliveira

"Esse é o destaque do nosso governo aqui no Nordeste, que recebe o senhor sempre com muita receptividade. Eu, como nordestino, jamais poderia deixar de pontuar o que nós vivemos hoje com o nosso líder, que deu a atenção que o Nordeste merecia para se libertar de quem dizia que era dono dos nordestinos", afirmou o ministro.

O padre Valfran Fonseca, pároco da Igreja dos Martírios, agradeceu ao presidente Bolsonaro pelos trabalhos no templo, e também ao senador Collor, ao ministro do Turismo Carlos Alberto Gomes de Brito, e todas as pessoas que contribuíram para que a restauração se tornasse realidade. "Ele que não cansa de nos lembrar de Deus, da Pátria e da Família. Deus acima de tudo e Brasil acima de todos. Muito obrigado, senhor presidente", disse o pároco, que encerrou a cerimônia com um Pai Nosso.