Paulo defende mais parcerias para que AL melhore índices da educação

Em Oxford, na Inglaterra, governador aponta para investimentos na qualificação de diretores e profissionais de ensino

Na abertura de um dos mais importantes encontros de Educação do mundo, o governador Paulo Dantas defendeu a atração de mais parcerias para tirar Alagoas do ranking de indicadores educacionais. Numa das mais conceituadas escolas de governo do mundo, a Blavatnik School of Government, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, o governador afirmou que as primeiras conversas já apontam que o caminho para melhorar a educação é investir nas pessoas.

"Já melhoramos os salários dos professores e dos profissionais de educação, já destinamos R$ 100 todos os meses para os alunos de nossa rede. Agora, é hora de intensificar a qualificação dos gestores de nossas escolas e de continuar melhorando a qualidade de professores e técnicos. É o que estamos chamando de investir no capital humano", declarou Paulo Dantas, no primeiro dia de debates.

Nesta quinta-feira (24), o governador Paulo Dantas se encontrou com o empresário Jorge Paulo Lemann, fundador da Fundação Lemann, organizadora do “Encontro de Altas Lideranças”, em parceria com a Universidade de Oxford. Alagoas já conta com parcerias com a Fundação Lemann e a Fundação Gesto, que também participa do evento. O encontro terá três dias de programação. O objetivo é criar um espaço de diálogo e troca de experiências entre a sociedade civil, pesquisadores e lideranças públicas do Brasil e do mundo.

“A Blavatnik School of Government é um importante centro de excelência em pesquisas sobre gestão pública, inclusive contando com pesquisadores que se dedicam a estudar o Brasil. Por isso, esperamos que seja um momento importante de diálogo e troca de experiências. Ao reunirmos implementadores de políticas públicas do mundo todo, que são referência nas áreas em que atuam, estamos mais próximos da construção de um Brasil justo e avançado", afirma Denis Mizne, diretor executivo da Fundação Lemann.

O encontro reunirá especialistas, acadêmicos, membros de organizações da sociedade civil, lideranças públicas de diversos países, além de membros da equipe do gabinete de transição do governo federal, governadores e membros do Congresso Nacional, de diversos partidos e espectros políticos.

O convite não faz diferenciação entre os participantes, e envolve o custeio de hospedagem em quarto padrão e alimentação no próprio evento. Dentre os confirmados, estão 13 governadores – entre atuais, vices e eleitos em 2022 –, representando sete diferentes partidos políticos, o que confirma o caráter suprapartidário do encontro, com garantia da pluralidade e da representatividade de todas as regiões do Brasil.

A programação está sendo conduzida a partir das metodologias da Universidade de Oxford, onde está alocado um dos programas de pesquisa internacionais apoiados pela Fundação Lemann, o Lemann Foundation Programme. Entre os painéis, estão a apresentação de experiências internacionais inspiradoras, estudos de caso e falas de especialistas brasileiros e internacionais.

*Assessoria