Ministério aprova empréstimos de US$ 133 milhões para prefeitura de Maceió

Liberação de recursos depende de aval do Tesouro Nacional, para seguir para aprovação do Senado Federal

A prefeitura de Maceió informou, nesta quarta-feira (16), que o Ministério do Planejamento, por meio da Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), aprovou dois empréstimos para o municípios. No total, devem ser liberados US$ 133 milhões, que serão destinados para a requalificação da orla e a revitalização de bairros.
Após a aprovação do Cofiex, os empréstimos precisam do aval do Tesouro Nacional para seguir para aprovação no Senado.
De acordo com a prefeitura, o projeto de revitalização de bairros tem como finalidade impulsionar o desenvolvimento econômico, social e ambiental por meio de melhorias na mobilidade urbana e acessibilidade em geral com a ampliação da malha viária pavimentada e drenagem, além da reurbanização da orla de Cruz das Almas até Jacarecica, com construção de passeios públicos e ciclovias.
A inserção socioeconômica da população mais carente concentrada nos bairros Bebedouro, Bom Parto, Chã da Jaqueira, Cidade Universitária, Fernão Velho, Garça Torta, Ipioca, Jacintinho, Mutange, Pitanguinha, Riacho Doce, Rio Novo, Santa Lúcia, Santo Amaro, Santos Dumont, Tabuleiro dos Martins, Clima Bom e Santa Amélia também está prevista no programa de obras.
ORLA LAGUNAR
A prefeitura diz que o Programa de Requalificação Urbanística da Orla Lagunar de Maceió vai melhorar a qualidade da vida da população carente que reside na região, inserir a orla no circuito turístico da capital alagoana e integrá-la à cidade.
Os recursos serão investidos na construção de áreas habitacionais, de complexos envolvendo estruturas de educação, esportivas, de saúde, de lazer, de atividades econômicas (pescado e coleta seletiva de lixo), além de pavimentação de ruas, drenagem, infraestrutura de esgotamento sanitário, abastecimento de água, rede elétrica e paisagismo; restauração e conservação da Área de Preservação Permanente (APP), no entorno da orla Lagunar e das áreas de mangue; ligação viária entre a orla lagunar e a parte alta da cidade, que beneficiará a mobilidade e acessibilidade para a população da região.