Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > POLÍTICA

Malafaia cita STF e fala em “engenharia do mal” para prender Bolsonaro

Pastor fez o discurso mais duro durante ato em defesa do ex-presidente neste domingo, na Avenida Paulista

Organizador do ato em defesa de Jair Bolsonaro (PL) na Avenida Paulista, neste domingo (25/2), o pastor Silas Malafaia fez um duro discurso no qual criticou diversas vezes a atuação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e afirmou que existe uma “engenharia do mal para querer prender” o ex-presidente.

“Eu não vim aqui atacar o Supremo Tribunal Federal, porque quando você ataca uma instituição, você é contra a Constituição e o Estado Democrático de Direito. Vou mostrar para vocês a engenharia do mal para querer prender Jair Messias Bolsonaro. A engenharia do mal para tirar o Estado Democrático de Direito”, disse Malafaia.

Leia também

Malafaia lembrou que Bolsonaro “botou para quebrar” contra o Moraes na manifestação do dia 7 de Setembro de 2021, quando o então presidente da República chamou o ministro de “canalha” na mesma Avenida Paulista, mas que depois “apaziguou”. Mesmo assim, disse o pastor, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o perseguiu. “Todo mundo sabe como foi a eleição. Podiam chamar Bolsonaro de genocida, mas não podiam dizer que Lula era presidiário”, disse Malafaia.

O pastor listou uma série de episódios envolvendo ataques ao Supremo e ao Congresso Nacional praticados por outros políticos no passado e o questionamento do resultado das eleições de 2014, feito pelo deputado federal Aécio Neves (PSDB), para dizer que Bolsonaro e seus aliados têm sido perseguidos.

“Em 30 de outubro 2014, o PSDB de Alexandre de Moraes entrou com ação no TSE questionando o resultando das eleições e as urnas eletrônicas. Sabe o que aconteceu? Nada. O PSDB de Alexandre de Moraes não foi multado”, disse Malafaia, após lembrar a multa de R$ 22 milhões aplicadas pelo ministro ao PL após o questionamento do resultado das eleições de 2022.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas