Dilma cita 'coragem' para 'enfrentar' quem quer 'atropelar' a democracia

Presidente discursou nesta terça (22), durante evento em Camaçari (BA). Ela disse também que país não vai parar por conta da crise política

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira (22), ao entregar unidades do programa Minha Casa, Minha Vida em Camaçari (BA), que tem "coragem" para "enfrentar" todos aqueles que querem "atropelar" a democracia para chegar ao poder. Mais cedo, durante evento em Salvador, Dilma já havia dito que impeachment sem fundamentação jurídica é "golpe".

No início deste mês, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ),acolheu pedido de impeachment da petista movido pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior. Desde então, Dilma tem participado de eventos diariamente, nos quais diz que não cometeu atos ilícitos à frente do Palácio do Planalto e que se defenderá utilizando todos os instrumentos democráticos.
"O Brasil é uma democracia forte, com instituições fortes que nós construímos, todos nós. Eu tive 54 milhões de votos [em 2014] e devo milhões desses votos ao povo baiano. Agradeço esses votos. Primeiro, a melhor forma de agradecer é honrá-los com programas como esse, o Minha Casa Vida", disse a presidente.

"Segundo, a melhor forma de honrá-los é tendo coragem de enfrentar as dificuldades deste momento de crise, jamais deixando de enfrentar todos aqueles que acham que o melhor jeito para chegar à Presidência da República é atropelar a democracia. Atropelar? Não vão!", acrescentou.

Ao longo das últimas semanas, Dilma tem recebido em seu gabinete, em Brasília, grupos sociais que são contra o processo de impeachment acolhido por Eduardo Cunha. Entre esses grupos, Dilma se reuniu com governadores, prefeitos, juristas, artistas e movimentos sociais.

No discurso desta terça em Camaçari, Dilma disse que, assim como a população conquistou a casa própria por meio do Minha Casa, Minha Vida, "vamos construir e conquistar dias melhores para o nosso país."

Ela reconheceu que o Brasil passa por momentos de "dificuldades", em razão das crises política e econômica, mas "é verdade também que, mesmo assim, não paramos."

"Então, eu posso garantir a vocês: o país não vai parar. Nós vamos continuar criando emprego, assegurando renda e vamos lutar todos os dias para vencer esta crise. Eu conto com vocês. O destemor de vocês diante da luta diária é o destemor que nós unidos, juntos, iremos superar e vencer a crise", completou.
Biografia
Assim como fez na semana passada, quando disse que quem defende o impeachment dela não tem biografia que resiste a "rápida pesquisa no Google", Dilma afirmou nesta terça que sua biografia "não tem manchas".

"Tenho biografia e vida pública sem manchas e tenho meus compromissos com os recursos públicos deste país e eles continuarão sendo dirigidos para aqueles que mais precisam", concluiu.