Deputado diz que IPVA de 2022 em Alagoas teve reajuste de 30% e defende congelamento do imposto

Segundo o parlamentar, em Minas Gerais, o governo manteve os valores cobrados em 2021

A alegria do alagoano durou pouco, após os festejos do final do ano. Para quem tem carro, não bastasse a dor de cabeça para manter o veículo rodando pelo preço dos combustíveis, pagar o IPVA também vai pesar no bolso.

É que, conforme tem denunciado o deputado estadual Davi Maia (DEM), o valor aumentou em média 30%. Em suas redes sociais, ele está convocando a população para que o Governo do Estado e a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) congelem o valor de 2021.

"Você, proprietário de veículo, já prestou a atenção no aumento do IPVA este ano? O ano começou e o Renan Calheiros lhe deu de presente mais de 30% de aumento em média. O que é um absurdo", diz Davi em vídeo.

Em seguida, lembra que o Governo do Estado de Minas Gerais congelou o valor que foi cobrado no ano de 2021. Segundo Davi, a medida leva em conta todos os aumentos e a situação econômica do país, onde muita gente utiliza o carro como forma de geração de renda.

"Em Minas Gerais o governo congelou levando em conta o que era cobrado no ano passado. Nós precisamos urgentemente fazermos uma mobilização. Cobrar ao governador e ao secretário da Fazenda, George Santoro, e baixar. Congelar o IPVA", completa o parlamentar.

Nas redes, ele já lançou a hastag #CongelaRenan para que seus seguidores e apoiadores da ideia possam impulsioná-la. Em outro momento, o parlamentar exemplifica como os valores foram reajustados.

Utilizando uma postagem com um modelo HB20s, mostrou que, no ano passado, o proprietário teria pago R$ 1.742, 52, e, neste ano, R$ 2.237,56. Já o proprietário do modelo Onix saltou de R$ 1.622, 92 para R$ 2.128, 12.