Campo Grande: Higino será diplomado até 11 de outubro

Higino derrotou Cícero Pinheiro (MDB), que liderava durante a apuração, obteve 3.261 votos (49,70%)

O candidato eleito no município de Campo Grande, Téo Higino (Republicanos), que venceu o pleito com 3.270 votos (49,83%) - apenas 9 votos de diferença do segundo colocado - será diplomado até o dia 11 de outubro.

“Vamos juntar as prestações de contas do candidato eleito. A diplomação será marcada até o dia 11 de outubro e, após a diplomação, é que é marcada a posse pela Câmara, que marca e vai conceder a posse ao novo prefeito”, disse Luciano cruz, Chefe de cartório da 20ª Zona Eleitoral.

Téo Higino derrotou Cícero Pinheiro (MDB), que liderava durante a apuração, obteve 3.261 votos (49,70%). Pinheiro, inclusive, comemorou antecipadamente a vitória pelas ruas do município do Agreste Alagoano. Maria Inês (Democratas) teve 31 votos (0,47%). Após eleições suplementares no município, no último domingo (12), correligionários de um dos candidatos a prefeito divulgaram antecipada e equivocadamente resultado das eleições.

A divulgação sem confirmação oficial pelos tribunais eleitorais (TSE e TRE/AL) desencadeou uma série de notícias não checadas fazendo a sociedade alagoana acreditar num falso resultado. O Ministério Público Eleitoral, conforme nota divulgada, assim como o TRE, declara que não houve irregularidades no sistema de votação e apuração durante a eleição suplementar.

A atuação do promotor e do juiz eleitoral, assim como das forças policiais, garantiu que tudo ocorresse dentro da normalidade. A divulgação antecipada e equivocada revelou erro no somatório dos votos registrados nos boletins de urna ou deliberada má-fé, a fim de provocar na população dúvidas infundadas sobre a segurança e confiabilidade do sistema eletrônico de votação, o que merece ser apurado.