Câmara deve aprovar orçamento de Maceió nesta terça-feira

Promessa foi feita pelo presidente do Legislativo e prefeito em exercício, Kelmann Vieira

O prefeito de Maceió em exercício Kelmann Vieira (PMDB) afirmou, nesta segunda-feira (14), que tem feito todos os esforços para que a Lei Orçamentária Anual (LOA) seja aprovada antes do recesso da Câmara Municipal de Maceió, que já começa nesta terça-feira (15). A ideia é que a Prefeitura de Maceió comece 2016 com a lei já aprovada, facilitando assim a utilização dos recursos. 
"A Câmara entra em recesso amanhã, mas antes precisamos votar a Lei Orçamentária. Já conversamos com o líder do governo e os vereadores da base para que ela seja votada e o prefeito já comece 2016 com essa lei aprovada", afirmou o Kelmann Vieira. 
No total, o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) prevê uma receita estimada de R$ 2.280.328.455 bilhões, que é aproximadamente 6% maior que o orçamento deste ano, mas o acréscimo se concentra inteiramente nos recursos destinados à seguridade social. O orçamento fiscal - que engloba todas as demais áreas de atuação do Executivo - sofreu diminuição. O arrocho alcançou, também, o duodécimo da Câmara, que foi congelado. 
Cenário político
Durante solenidade de inauguração de um terminal de ônibus da Rotary, o prefeito em exercício voltou a repetir que aguarda um posicionamento do presidente do PMDB, senador Renan Calheiros, a respeito das articulações políticas para as eleições municipais do próximo ano. 
"Estamos esperando a vinda do senador Renan Calheiros para Maceió para que tenhamos uma reunião e possamos discutir as opções. Não temos nenhuma certeza, mas nunca escondi de ninguém a possibilidade de uma união entre estado e município, ainda mais nesse momento de crise. Isso poderia trazer melhorias para Alagoas e para Maceió", afirmou.