Câmara analisa projeto para conceder comenda ao jornalista Fernando Valões

Profissional se dedica à comunicação em Alagoas há 47 anos, sendo fundador de emissoras de rádio, com passagens importantes na televisão

A Câmara de Vereadores de Maceió vai analisar um projeto de decreto legislativo apresentado pelo delegado Fabio Costa (PP) para que seja concedida a Comenda Senador Arnon de Mello ao jornalista, radialista e escritor Fernando Valões. No entendimento do vereador, esta seria uma maneira de reconhecer, destacar e valorizar os relevantes serviços prestados pelo profissional durante os 47 anos em que se dedica à comunicação em Alagoas.

A proposta foi protocolada recentemente e ainda será avaliada pelos vereadores. Se aprovada, a entrega da comenda será feita em solenidade, com a presença do homenageado em data e local a serem definidos.

A Comenda Senador Arnon de Mello foi instituída pela Resolução n. 582, de 03 de dezembro de 1997 e é outorgada, quando decidida pela maioria do Plenário da Câmara Municipal de Maceió, a personalidades da área de comunicação – jornalistas, radialistas, redatores, apresentadores e escritores, além de entidades e instituições que tenham se destacado nesse segmento.

BIOGRAFIA DO HOMENAGEADO

Aldir Fernando Pereira Valões Rocha é conhecido no mercado por Fernando Valões. Nascido em Maceió/AL, no dia 03 de outubro de 1958, reside atualmente em Santana do Ipanema/AL. Estudou no Colégio Sagrada Família, no bairro Prado e na Escola Estadual Maria José Loureiro, no CEPA. Cursou História na FUNESA e tem graduação em Ciências Sociais pela Faculdade Cruzeiro do Sul, com especialização em Sociologia. É casado e tem sete filhos.

Sua trajetória na comunicação foi iniciada em 1975, na TV Gazeta de Alagoas, nas funções de operador de videotape, editor de vídeo e coordenador de produção. Trabalhou na programação da TV Gazeta do Espírito Santo e na TV Globo do Rio. Produziu uma série de documentários pela Fundação Teatro Deodoro e chegou à coordenação de programação da TV Alagoas.

Comandou, durante 30 anos, a Valões Empreendimentos e Publicidade Ltda, nas funções de repórter cinematográfico, editor e diretor-presidente da empresa, gerenciando uma equipe com 30 profissionais de televisão, produzindo mais de duas mil reportagens nos 102 municípios de Alagoas.

Participou do filme Memórias do Cárcere, de Graciliano Ramos, com direção de Nelson Pereira dos Santos, e com os atores Carlos Vereza, Glória Pires, Francisco de Assis e outros talentos Alagoanos.

Foi fundador e diretor das rádios Santana FM e Cidade FM, e apresentador de programas jornalísticos na Rádio Correio do Sertão, Rádio Novo Nordeste, Rádio Gazeta AM de Maceió. Produziu o Programa Alagoas Terra da Gente, apresentado na TV Gazeta de Alagoas, de 1990 a 1996.

De 1983 a 2000, foi fundador e diretor de jornais de circulação estadual Arapiraca Espaço e Tempo, O Sertanejo, O Calçadão. Lançou uma revista e um livro dedicado ao alvinegro arapiraquense.

Foi assessor parlamentar na Assembleia Legislativa de Alagoas, lotado no gabinete do Deputado Nenoí Pinto, bem como assumiu, na Prefeitura de Santana do Ipanema, os cargos de assessor de imprensa, relações pública e diretor de cultura.

Criou a ONG Arte Cultura e Meio Ambiente – ONG ACEMA, em 1998, a Rádio Cidade Santana do Ipanema, em 2000, tendo conquistado, conquistando vários prêmios.

Fundou, em 2006, o site Sertão24horas e, a partir de 2016, os sites TV Arapiraca.net e Agresteagora, contando, hoje, com mais de 30 mil seguidores nas redes sociais e, nos canais do Youtube, com mais de 2 mil vídeos publicados.

Atualmente, está escrevendo uma coletânea de livros sobre a comunicação televisiva em Alagoas e obras literárias sobre a História dos Municípios e de personagens políticas do Estado.