Alagoas e Governo Federal firmam parceria para erradicação da fome

Segundo o governo de Alagoas, o programa vai investir mais de R$ 90 milhões no Estado em ações que visam erradicar a insegurança alimentar e nutricional

O governo de Alagoas aderiu ao Programa Brasil Sem Fome do Governo Federal. O governador Paulo Dantas assinou a adesão na manhã desta quinta-feira (30), na Grota do Cigano, em Maceió, durante a passagem do ministro Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias.

Segundo o governo de Alagoas, o programa vai investir mais de R$ 90 milhões no Estado em ações que visam erradicar a insegurança alimentar e nutricional grave em todo território alagoano.

Dentre essas iniciativas estão a aquisição de alimentos produzidos pela agricultura familiar, a abertura de um restaurante popular no Jacintinho e a inclusão socioeconômica de pessoas cadastradas no Cadúnico em ações para inserção no mercado de trabalho.

Durante a solenidade, o ministro Wellington Dias formalizou a disponibilização de mais de R$ 4 milhões do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) para o Estado de Alagoas. Esses recursos visam a compra de alimentos de agricultores familiares, destinando-os a entidades e famílias em situação de vulnerabilidade social.

Outras ações do Plano Brasil Sem Fome

O Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, lançou a Chamada Pública de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) - Bem Viver Semiárido, investindo cerca de R$ 1.166.000,00 no Alto Sertão alagoano para beneficiar 4.500 famílias e recuperar biomas.

Além disso, anuncia o Programa Quintais Produtivos das Mulheres Rurais, destinando R$ 20 milhões para estruturar 90 mil quintais até 2026, com o primeiro lote de 538 quintais em Alagoas, Pernambuco, Bahia e Sergipe, com investimento de mais de R$ 5.300.000.

No âmbito do Ministério da Pesca e Aquicultura, são divulgados lançamentos, incluindo Termo de Execução Descentralizada de R$ 5.300.000 com a CODEVASF, 3 Termos com a UFAL no valor de R$ 5.078.087, parceria de R$ 500 mil para aquicultura acessível em dezembro de 2023, e o Termo de Fomento com o Serviço Nacional de Aprendizagem Nacional, de R$ 1.185.185, beneficiando 150 famílias.

Também foi anunciada a parceria entre o Sistema Nacional de Pesca Artesanal (SNPA) e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com investimentos totais de R$ 2.100.000.

*Com assessoria

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p