Abstenção: Quase 500 mil eleitores não compareceram para votar em Alagoas

Em Maceió, foram quase 150 mil faltosos neste domingo do primeiro turno do pleito, aponta TSE

Quase meio milhão de alagoanos, o equivalente a 21,60% dos eleitores, não foram às urnas no primeiro turno das eleições municipais deste domingo (15). Foram 479.332 pessoas que não compareceram para a votação. Já o número de votantes foi de 1.739.996, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 
Do total de faltosos, 148.318 estavam na capital, o que corresponde a um quarto do eleitorado maceioense. Em 20 anos, esta foi a maior abstenção na capital. 
Para se ter uma ideia do salto da abstenção na capital alagoana, em 2012 esse percentual foi de 8%, 13 pontos percentuais a menos que as eleições deste domingo (15). Entre anos de 2000 e 2008, o número de abstenções oscilou em torno dos 14%. Na última eleição para Prefeitura de Maceió, em 2016, foram 17,08% de ausentes nas urnas.

FOTO: Reprodução TSE

Somando-se os nulos, os brancos e as abstenções na votação para prefeito de Maceió este ano, foram 210.580 eleitores que se preferiram não escolher um candidato para depositar o voto. Juntos, todos os candidatos a prefeito de Maceió conseguiram 381.808 votos.
Durante entrevista coletiva nesse domingo (15), o vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), Otávio Praxedes, já havia classificado a abstenção nas eleições de 2020 como "enorme".