Suspeitos de tráfico e lavagem de dinheiro são alvos de operação em AL

Polícia Civil também cumpre mandados em outros cinco estados, dentre eles, Pernambuco; 170 policiais estão empregados na ação

A Polícia Civil de Pernambuco (PC/PE) realiza, na manhã desta terça-feira (22), a operação "Geografia do Crime", que cumpre 27 mandados de busca e apreensão, 17 sequestros de veículos e 43 mandados de bloqueio de ativos financeiros no valor de R$ 514 milhões. Além das cidades pernambucanas, a ação ocorre em Alagoas, onde um homem de 31 anos foi preso, e outros quatro estados. 
Conforme o portal JC NE10, a operação tem como objetivo identificar e desarticular integrantes de uma organização criminosa suspeita dos crimes de tráfico de drogas, armas e lavagem de dinheiro. 
Ao todo, os mandados estão sendo cumpridos nas cidades pernambucanas de Caruaru, Jaboatão dos Guararapes, Paulista, Recife, São José do Belmonte, Tamandaré e Moreno. E, também, em Cambuí, Santa Luzia e Belo Horizonte, em Minas Gerais; Boa Vista, em Roraima; Porto Velho e Nova Mamoré, em Rondônia; Pontes e Lacerda, em Mato Grosso; e Maceió, em Alagoas.
Mais precisamente, em Alagoas, foi expedido um mandado de prisão, busca e apreensão, que teve como alvo um homem residente no bairro Chã da Jaqueira. A prisão foi efetuada por agentes do Tático Integrado de Grupos de Resgate Especial (Tigre), da Gerência de Recursos Especiais (GRE), sob a coordenação do delegado Gustavo Henrique. 
As investigações tiveram início em setembro de 2019 e estão vinculadas à Diretoria Integrada do Interior I (Dinter I). Ao todo, 170 policiais civis dos estados envolvidos atuam durante a operação de hoje.