Polícia prende suspeito de matar pecuarista em Teotônio Vilela

Corpo de Djalma Vieira de Araújo foi encontrado nesta quarta (30); mais duas pessoas estão sendo procuradas por envolvimento no crime

A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) prendeu, nesta quarta-feira (30), um dos suspeitos de ter matado o pecuarista Djalma Vieira de Araújo, no município de Teotônio Vilela, no interior de Alagoas. As informações apuradas pela Gazetaweb dão conta de que o homem teria sido assassinado devido à dívida de um empréstimo de R$ 15 mil.

Segundo informações da polícia, o pecuarista desapareceu no dia 13 de novembro após receber uma ligação. A última vez que ele foi visto foi na Rua Francisco Timóteo, no Centro de Teotônio Vilela. Após mais de 15 dias, o corpo do pecuarista foi localizado em estado de decomposição, também nesta quarta (30), em uma região de mata situada no próprio município de Teotônio. O cadáver foi reconhecido por familiares.

Os agentes relataram ainda que um dos suspeitos do homicídio, o responsável por fazer o empréstimo, tem aproximadamente 30 anos e pediu a quantia para realizar uma cirurgia. Outras duas pessoas seguem sendo procuradas por envolvimento no crime.

Para a polícia, Djalma não é considerado como um agiota, tendo em vista que concedia empréstimos apenas a conhecidos, sem que se configure, a priori, o crime.