Polícia prende padrasto suspeito de estuprar adolescente no Pilar

Suspeito tem 50 anos e teve a prisão decretada depois que a vítima denunciou os abusos

A Polícia Civil do município do Pilar prendeu, na noite dessa quarta-feira (14), um homem de 50 anos suspeito de praticar crime de estupro de vulnerável contra sua enteada, de 13 anos. Ele teve a prisão preventiva decretada após ser indiciado em inquérito policial que apurou as acusações da vítima.

Segundo Sidney Tenório, delegado responsável pelo caso, a adolescente procurou o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) para denunciar que o padrasto vinha tentando praticar sexo com a mesma e já havia praticado atos libidinosos, como tocar em suas partes íntimas, aproveitando momentos em que a mãe da vítima não estava em casa.

“Inicialmente a vítima contou o caso para uma colega e esta levou ao conhecimento de adultos. Tão logo o caso foi denunciado para a polícia, demos celeridade ao inquérito e pedimos a prisão preventiva do acusado, que foi decretada pelo Poder Judiciário e cumprida nesta quarta-feira”, explicou o delegado.

Após interrogatório, o homem negou qualquer abuso sexual contra a enteada.

O delegado disse, ainda, que ele será transferido, nesta quinta-feira, para o Sistema Prisional alagoano, onde deve responder pelo crime.