Flanelinha foragido da Justiça pernambucana há mais de 7 anos é preso em Palmeira dos Índios

Acusado foi condenado por furto qualificado e estava com um mandado de prisão em aberto

Policiais civis da 5ª DRP de Palmeira dos Índios, sob o comando do delegado Rosivaldo Vilar, prenderam, nessa terça feira (22), um homem que estava foragido do sistema prisional de Pernambuco havia mais de sete anos. Ele estava trabalhando como flanelinha na cidade alagoana.

O acusado, de 38 anos, foi condenado por furto qualificado e estava com um mandado de prisão em aberto expedido pela 3ª Vara das Execuções Penais do Estado de Pernambuco.

Ele estava cumprindo pena no Presídio de Santa Cruz do Capibaribe (PE), quando teve seu regime prisional progredido para o semiaberto, com o uso de tornozeleira eletrônica.

Assim que posto em liberdade, ele rompeu sua tornozeleira eletrônica e fugiu para a cidade de Palmeira dos Índios, no Agreste, onde trabalhou até hoje como flanelinha.

Além do mandado de prisão em aberto para que o foragido regrida de regime, ele foi denunciado por sua ex-companheira pelo cometimento de diversas agressões físicas, crime este que já foi objeto de inquérito para apuração.

No momento da prisão, o homem apresentava sinais de embriaguez e não tentou fugir do cerco policial.

Ele disse aos agentes da 5ª DRP que tentava ficar fora do radar para não chamar a atenção de ninguém e ser preso.

*Com assessoria