Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > POLÍCIA

Comissão de delegados investiga suspeitos de aterrorizar pedestres

Casal foi preso em uma pousada em Riacho Doce. Polícia apura se, além de roubos, eles são envolvidos com sequestro


				
					Comissão de delegados investiga suspeitos de aterrorizar pedestres
Caso registrado na Serraria, em Maceió. Reprodução

Uma comissão de delegados investiga os roubos e uma suposta tentativa de sequestro que resultaram na prisão de um casal na manhã desta segunda-feira (27), na Praia da Sereia, em Riacho Doce, Maceió. A prisão aconteceu em uma ação conjunta das Polícias Civil (PC) e Militar (PM).

Desde a semana passada, imagens de um casal descendo de um veículo modelo Voyage abordando uma mulher repercutiu nas redes sociais. A informação era de que os criminosos estavam cometendo assaltos na região da Gruta e da Serraria e ainda houve a suspeita de um possível sequestro.

Leia também

O veículo que aparece nas imagens, um Voyage, de cor prata e placa OXN-6672, foi localizado por agentes da Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit), nesse sábado (25), abandonado em Riacho Doce.

Diante da repercussão do caso, os delegados Igor Diego, Daniel Mayer e João Marcelo foram designados para apurar o caso. Segundo o delegado Igor Diego, a mulher foi ouvida e confessou a prática de roubos. “Eles não ofereceram resistência durante a prisão”, comentou o delegado.

O casal preso foi levado para a Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Draco). “O trabalho para a prisão deles foi feito de maneira integrada por determinação do doutor Flávio Saraiva, secretário de Segurança Pública, com as polícias Civil e Militar para procurar esses indivíduos de maneira ininterrupta. E eles foram identificados e localizados”, comentou Igor Diego.

O delegado Daniel Mayer informou que a comissão de delegados vai investigar se os presos têm algum envolvimento com esse tipo de crime em outras cidades ou estados. Com relação a possível tentativa de sequestro, ele disse que isso ainda está sendo apurado. “Não podemos criar pânico. Não há elementos para dizer que foi sequestro, mas isso será investigado”, falou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas