Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > POLÍCIA

Agressão a torcedor é de responsabilidade da organizada, diz delegado

Ato ocorreu após o clube alagoano perder na final da Copa do Nordeste, nos pênaltis, para o Fortaleza


				
					Agressão a torcedor é de responsabilidade da organizada, diz delegado
Agressão a torcedor é de responsabilidade da organizada, diz delegado. Reprodução

Um torcedor do Clube de Regatas Brasil (CRB) foi agredido com socos, chutes e golpes de madeira, em mais um episódio de agressão envolvendo as duas maiores torcidas de Alagoas. Segundo o delegado Lucimério Campos, é de responsabilidade da organizada Mancha Azul identificar e informar à polícia quem são os torcedores filmados praticando o crime.

O ato ocorreu após o clube alagoano perder na final da Copa do Nordeste, nos pênaltis, para o Fortaleza.

Leia também

Conforme explicou, as organizadas são obrigadas, por lei, a ter um cadastro com informações dos associados.

“Esse episódio específico é de responsabilidade única e exclusivamente da torcida organizada, porque, segundo a Lei Geral do Esporte, ela tem obrigação de ter o cadastro de seus associados. Então, como aquelas pessoas estavam ali vestindo camisa da torcida organizada Mancha Azul, seria obrigação delas identificar e informar à polícia quem são aquelas pessoas", explicou.

Ainda conforme Lucimério, a identificação por meio das organizadas não deve ocorrer. “Certamente isso não vai acontecer, porque, por mais de uma vez, o Juizado do Torcedor tentou promover esse cadastro, mas os associados não querem fornecer seus dados porque querem continuar no anonimato a fim de praticar crimes, já que o futebol é só pretexto para esses grupos”, disse Lucimério.

Vale lembrar que a Operação Red Blue qualificou a torcida Comando Alvirrubro e Mancha Azul como organizações criminosas. “Agora, cabe à polícia investigar quem são esses indivíduos do vídeo para que possa responsabilizá-los. As torcidas continuam suspensas”.

O caso

O crime ocorreu no Conjunto João Sampaio, localizado no bairro do Jardim Petrópolis, parte alta de Maceió. Uma das pessoas que cometeu o crime vestia uma bermuda da Mancha Azul, enquanto outra pessoa usava uma camisa da mesma torcida. No momento em que ele apanhava, os demais tentavam ainda tirar a bermuda dele.

Pelas imagens, é possível observar que a vítima já está no chão e o grupo se reúne para aplicar os golpes com pedaços de madeira, além de dar vários chutes e socos em todas as regiões do corpo. O jovem tenta se defender, mas os agressores se revoltam ainda mais, dando continuidade ao ato violento.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas