Virou goleada! Richarlison, impossível, coloca o terceiro no placar

Seleção Brasileira enfrenta os alemães no estádio que deu o penta ao país verde e amarelo

Em partida que abre a participação do futebol masculino brasileiro, Brasil e Alemanha se enfrentam na reedição da final das Olimpíadas do Rio 2016, vencida pelos brasileiros.

O estádio é o mesmo em que a seleção canarinho venceu o penta da Copa do Mundo, em 2002.

O Brasil começou a mil por hora e começou a mil por hora e já obrigava o goleiro Muller a trabalhar. Logo aos quatro minutos, ele precisou fazer boa defesa em chute forte de Matheus Cunha. O arqueiro precisou fazer boa defesa para evitar o primeiro gol brasileiro

Muito ligada e atenta ao jogo, não demorou muito para a seleção canarinho mostrar a que veio. Após bom passe de Antony, Richarlison tentou duas vezes para colocar o Brasil a frente no placar. Na primeira, o camisa dez parou no guarda redes adversários. Mas, no rebote, o Pombo não teve muitas dificuldades para alterar o marcador.

Com muita intensidade, os detentores da medalha de ouro acoavam os europeus. Após inaugurar o placar, o jogador do Everton, da Inglaterra, continuava pressionando os marcadores e por pouco não aumentou o placar. Ele aproveitou falha de Pieper em recuada para Muller, interceptou o passe e tentou driblar o goleiro, mas acaba travado. O camisa um alemão ainda defendeu o chute de Claudinho, que aproveitou a sobra.

O Pombo estava impossível. A mil por hora, o craque brasileiro aumentou a vantagem. Guilherme Arana recebeu grande passe de Bruno Guimarães em profundidade e cruzou, na medida, para o atacante brasileiro testar para o fundo das redes e marcar um bonito gol.

O primeiro lance de perigo da Alemanha foi aos 25 minutos. Amiri recebeu passe dentro da área, tirou Dani Alves e chutou para o gol. O tiro saiu fraco e ficou fácil para a defesa de Santos, que não teve trabalho para defender

Escalação Brasil: Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Guilherme Arana; Bruno Guimarães, Douglas Luiz, Antony, Claudinho; Matheus Cunha e Richarlison. Técnico: André Jardine.

Escalação Alemanha: Muller; Henrichs, Pieper, Uduokhai, Raum, Maier, Arnold, Amiri, Stach; Richter e Kruse. Técnico: Stefan Kuntz

Gols: Richarlison, aos oito e aos 21 minutos do primeiro tempo.

Cartões Amarelos: Pieper (Alemanha)

Local: Yokohama, Japão