Variante Delta provoca retorno de milhões de chineses ao confinamento

País, onde a pandemia já estava controlada, vive novo surto relacionado à mutação mais contagiosa do coronavírus

A China tenta conter seu maior surto de coronavírus em meses, que foi provocado pela rápida disseminação da variante Delta. Para tentar evitar um retrocesso no controle da pandemia de Covid-19, milhões de chineses voltaram ao confinamento nesta segunda-feira (02). Além do lockdown, o país também intensificou a testagem em massa e restringiu viagens.

Com 55 novos casos de coronavírus transmitidos localmente, o país enfrenta um surto provocado pela variante Delta, mais contagiosa e de rápida disseminação e que atinge mais de 20 cidades em diferentes províncias. Os governos locais, incluindo o de Pequim, já testaram milhões de residentes, enquanto isolam complexos residenciais e colocam pessoas que tiveram contato com infectados em quarentena.

Na província de Hunan, a cidade Zhuzhou ordenou o confinamento de mais de 1,2 milhão de moradores em suas casas pelos próximos três dias, enquanto uma campanha de vacinação e de testes é realizada, de acordo com um comunicado oficial. “A situação ainda é sombria e complicada”, afirmou o governo de Zhuzhou, segundo informações da Agência RFI.

O novo surto acontece no momento em que algumas cidades, como Pequim, já comemoravam o fato de terem reduzido os casos domésticos de Covid-19 a praticamente zero desde que o coronavírus surgiu pela primeira vez em Wuhan, no final de 2019. O controle da pandemia já permitia uma forte recuperação econômica no país.

Para evitar a disseminação do vírus, Pequim bloqueou a entrada de turistas na cidade durante as férias de verão. No domingo (1/8), autoridades pediram aos moradores “que não saiam de Pequim a menos que seja essencial”. O distrito de Changping, na capital, confinou 41 mil pessoas em nove comunidades na semana passada.

Novos casos também foram relatados nesta segunda-feira no popular destino turístico de Hainan, assim como na província de Henan, recentemente devastada por enchentes.