Papa diz que violência é contraditória para as 3 grandes religiões

Em sinagoga, pontífice fez referência ao cristianismo, judaísmo e islamismo. Francisco disse que judeus e católicos devem reforçar a paz

O papa Francisco pediu neste domingo (17) durante sua primeira visita à sinagoga de Roma que judeus e católicos "se comprometam a reforçar a paz e a justiça" e condenou a violência, "em contradição com as três grandes religiões monoteístas" (cristianismo, judaísmo e islamismo). O monoteísmo é a crença em um único Deus.
"Conflitos, guerras, violência e injustiças abrem feridas profundas na humanidade e nos chamam a reforçar o compromisso pela paz e pela justiça. A violência do homem contra o homem é uma contradição para toda religião, em particular para as três grandes religiões monoteístas", advertiu o Papa argentino.