Morre Virgil Abloh, diretor criativo da Louis Vuitton e dono da Off-White, aos 41

Ele sofria de uma forma agressiva de câncer, um angiossarcoma no coração, diagnosticado em 2019.

Morreu neste domingo (28), o designer de moda americano Virgil Abloh, diretor criativo de moda masculina da Louis Vuitton e dono da Off-White, aos 41 anos.
A informação foi confirmada no perfil oficial do estilista nas redes sociais. Ele sofria de uma forma agressiva de câncer, um angiossarcoma no coração, diagnosticado em 2019.
A morte foi lamentada no perfil oficial da Louis Vuitton, com uma mensagem do CEO da LVMH Bernard Arnault. "Virgil não era apenas um designer genial e visionário, ele também era um homem com uma bela alma e grande sabedoria", afirma a nota. "A família LVMH junta-se a mim neste momento de grande pesar e todos estamos pensando em seus entes queridos com o falecimento do marido, pai, irmão, filho e amigo".
Abloh se consolidou como um dos primeiros negros à frente de um grife de luxo internacional, além de ser um nome que buscava democratizar essas marcas. Filho de pais ganeses, ele nasceu no estado norte-americano de Illinois, e criou a Off-White em 2013.
Ele estava desde março de 2018 à frente da Louis Vuitton e, no mesmo ano, a revista Time o destacou como uma das 100 pessoas mais influentes do ano.
O estilista foi estagiário na Fendi, onde conheceu o hoje premiado rapper Kanye West, para quem trabalharia como diretor criativo da Donda, agência de publicidade do artista. "Watch the Throne", álbum do cantor em parceria Jay-Z, também teve direção artística de Abloh.
Seu trabalho na LVMH trouxe uma mescla de streetwear e o luxo, unindo tênis e calças camufladas com com ternos e vestidos, com influências do hip-hop e do graffiti.