Incêndio em fábrica de explosivos deixa mortos e desaparecidos na Rússia

Sete pessoas morreram e nove estão desaparecidas. Ministério russo diz que fogo não ameaça cidade vizinhas a Riazan

Sete pessoas morreram e nove estão desaparecidas após incêndio em uma fábrica de explosivos na região de Riazan, no centro da Rússia, informou o Ministério russo de Situações de Emergência nesta sexta-feira (22).

“Um incêndio eclodiu no final de um processo tecnológico”, diz um comunicado. "Sete pessoas morreram, uma foi hospitalizada e o destino de outras nove é desconhecido", acrescenta a nota.

O incêndio ocorreu em uma fábrica que fabrica explosivos industriais para uso civil.

“Nada ameaça a população das cidades vizinhas”, afirmou o ministério.

O incêndio pode ter sido causado por uma “violação de norma de segurança”, segundo uma fonte das forças de segurança, citada pela agência de notícias Interfax.