Ex-presidente da Uefa, Michel Platini é detido na França

Ele é interrogado no caso de suspeita de corrupção na escolha do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022

O ex-jogador e ex-presidente da União Europeia de Futebol (Uefa) Michel Platini foi detido nesta terça-feira (18) como parte das investigações sobre suposta corrupção na escolha do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022, informa a imprensa francesa. Platini está sob custódia da Polícia Judicial em Nanterre, perto de Paris.
Platini, que comandou a entidade de 2007 a 2015, cumpre um período de suspensão de quatro anos por violar o código de ética ao aceitar um repasse de 1,8 milhões de euros autorizado pelo então presidente da Fifa, Joseph Blatter, por trabalhos feitos entre 1998 e 2002.
Em 2016, a França abriu uma investigação por suposta corrupção na escolha do Catar como sede da Copa 2022 e Platini se declarou como testemunha em dezembro de 2017. A investigação se concentra em uma reunião que autoridades do Catar mantiveram com o ex-presidente Nicolás Sarkozy e Platini na sede do governo francês.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p