Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

VÍDEO: PC investiga atropelamento de cão por caminhão de lixo

Funcionários da empresa de coleta que prestam serviço para o município foram demitidos, afirma Sudes

Um cachorro foi atropelado por um caminhão de lixo e morreu, nessa quinta-feira (13), no bairro Cidade Universitária, parte alta de Maceió. O caso foi filmado por câmeras de segurança de residências que ficam no Loteamento São Caetano e também estão sendo divulgadas nas redes sociais. Os funcionários envolvidos no crime contra o animal foram demitidos. A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) está investigando o caso e deve ouvir testemunhas na próxima segunda-feira. Os funcionários já foram ouvidos.

O caso ganhou repercussão e revolta nas redes sociais. O vídeo do atropelamento que será mostrado na matéria, contém imagens fortes:

Pelas imagens, é possível ver quando o caminhão entra em uma das ruas do loteamento, que não tem asfalto, onde ao menos dois cachorros estão passeando livremente. Enquanto três garis descem para recolher o lixo, o motorista do veículo avança sobre o animal, que não tem tempo de correr.

O animal acaba sendo atingido pelos pneus dianteiro e traseiro do caminhão, morrendo na hora. O vídeo mostra dois garis aparentemente surpresos quando o animal surge debaixo do veículo. Enquanto um terceiro pega o animal - gravemente ferido -, primeiramente pelo rabo e em seguida pelas patas, e o joga dentro do carro de lixo, sem prestar nenhum tipo de socorro, então, o caminhão segue fazendo a coleta de lixo.

Moradores acreditam que o motorista passou por cima do animal propositalmente e, mesmo depois do ocorrido, ele não desceu para prestar socorro.

Artigos Relacionados

De acordo com o delegado Robervaldo Davino, na manhã desta sexta-feira, as equipes da Delegacia de Crimes Ambientais, foram até a empresa dos funcionários, onde eles foram identificados e prestaram depoimento.

Conforme o delegado, o motorista do caminhão afirmou que não viu o animal passando na frente do veículo.

“O motorista disse que não viu o animal de cor preta, viu apenas o branco passar rápido pela frente do caminhão. Ele justificou que se preocupa muito com os colegas que estão recolhendo o lixo fora do caminhão e que não viu o animal”, disse Davino.

Tanto o motorista quanto o gari que arremessou o animal na caçamba de lixo vão ser indiciados pelo crime. “O que jogou o animal disse que eles normalmente fazem isso quando encontram um animal morto e, em seguida, levam para o aterro sanitário”.

Na próxima segunda-feira (17), o delegado também vai ouvir testemunhas para subsidiar o inquérito policial, que tem até 30 dias para ser concluído.

Após tomar conhecimento do caso, a Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) lamentou o ocorrido e informou que cobrou da empresa, responsável pela prestação do serviço de coleta de lixo em Maceió, a adoção das medidas cabíveis ao caso.

“Assim, os funcionários envolvidos foram demitidos pelo atropelamento e falta da prestação de socorro ao animal. A Superintendência reforça, ainda, que repudia qualquer ação de maus tratos a animais”, disse a nota enviada pela Superintendência.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas

X