Taxa de letalidade para a Covid chega a 4% em sete bairros de Maceió

Até a 15ª Semana Epidemiológica, Maceió apresentou, cumulativamente, 65,6 mil casos confirmados para Covid-19

A taxa de letalidade para a Covid-19 em Maceió é maior no segundo distrito sanitário – um percentual de 4,05% - proporção entre o número de mortes e o número total de doentes. O boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostra que estão localizados nessa região Prado, Trapiche da Barra, Pontal da Barra, Centro, Levada, Vergel do Lago e Ponta Grossa.

No quarto distrito sanitário, a situação também é preocupante: Rio Novo, Fernão Velho, Santa Amélia, Bebedouro, Chã da Jaqueira, Bom Parto, Mutange e Petrópolis. Esses bairros registram um percentual de letalidade de 3.21%.

Em relação aos óbitos confirmados para a Covid-19, segundo Distrito Sanitário de residência, a maior concentração de mortes encontra-se no 7º (Santos Dumont, Cidade Universitária, Tabuleiro do Martins, Clima Bom e Santa Lúcia) e 1º (Jaraguá, Poço, Jatiúca, Mangabeiras, Ponta Verde, Ponta da Terra e Pajuçara), de acordo com SMS, respectivamente 418 (21,9%) e 337 vítimas (17,7%).

Até a 15ª Semana Epidemiológica, Maceió apresentou, cumulativamente, 65,6 mil casos confirmados para Covid-19, sendo 1.909 óbitos de residentes na capital. “A taxa de letalidade para a doença nesse período, em Maceió, é de 2,91%”, informa trecho do boletim epidemiológico.

Sobre os casos confirmados para a Covid-19, são 28,8 mil pessoas do sexo masculino e 36,8 mil do sexo feminino, principalmente nas faixas etárias de 30 a 39 anos (16,5 mil casos), seguido de 40 a 49 anos, com 13,8 mil e 20 a 29 anos com 13,1 mil casos.

Dos óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por Covid-19 foram registradas 1.909 vítimas, sendo 1.055 homens e 854 mulheres, com a concentração dos casos na faixa etária de 70 anos acima, do sexo masculino.