SMTT realizará mutirão para recadastro de cartões Bem Legal Especial

Durante a ação, serão atendidos apenas os usuários listados pelas instituições filantrópicas

SMTT realizará mutirão para recadastro de cartões Bem Legal na modalidade Especial

Para garantir o direito de ir e vir dos cidadãos que utilizam o Cartão Bem Legal na modalidade Especial, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) realizará, entre os dias 09 e 13 de novembro, um mutirão na sede do órgão para o recadastro da bilhetagem eletrônica. A ação, que tem parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Maceió (Sinturb), busca dar celeridade aos atendimentos que foram suspensos durante o período de isolamento social ocasionado pela pandemia da Covid-19.
Na ocasião, só serão recadastrados os cartões Bem Legal na modalidade Especial dos usuários ligados às instituições filantrópicas que tenham os nomes e os dados repassados pelas organizações. A SMTT reforça, ainda, que só serão recadastrados os bilhetes eletrônicos que perderão a validade em 2020 e que seus titulares tenham realizado o recadastro no ano de 2019. É obrigatório que o comparecimento ocorra nas datas e horários agendados previamente com as instituições.
Segundo a coordenadora da divisão de Cadastro da SMTT, Michelly Amâncio, esta será uma oportunidade para que os maceioenses que possuem um Cartão Bem Legal Especial possam atualizar o benefício. "Devido à grande quantidade de pessoas que precisam realizar este procedimento, a SMTT se reuniu com representantes do Cartão Bem Legal para buscar uma medida de agilizar os atendimentos e garantir que os cidadãos possam desfrutar de seus direitos", destacou.
Como medida de prevenção e para evitar os riscos de contágio pela Covid-19, será obrigatório o uso de máscaras de proteção. Durante os atendimentos, totens com álcool em gel também serão disponibilizados para a higienização das mãos e o distanciamento social será praticado, seguindo as recomendações dos órgãos de saúde para o combate à proliferação do novo coronavírus.