Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

Rua Miguel Palmeira é interditada para estudo nesta segunda-feira

Estudos começaram na terça-feira (15) deste mês e seguem até quinta-feira; os resultados devem levantar informações importantes sobre o bairro

Os pesquisadores do Serviço Geológico do Brasil seguem com os estudos no bairro Pinheiro para identificar a causa do surgimento de fissuras na região. Para viabilizar o estudo, o trânsito na Rua Miguel Palmeira, próxima ao Cepa, foi interditado nesta segunda-feira (21), das 08h às 17h, com o auxílio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).


				
					Rua Miguel Palmeira é interditada para estudo nesta segunda-feira
FOTO: Marcos Rodrigues

O estudo foi iniciado no dia 15 de janeiro e segue até a próxima quinta-feira, dia 24. De acordo com a programação dos Pesquisadores do Serviço Geológico do Brasil, o estudo seguirá nos próximos dias na Rua Prof. José Rua José Silveira Camerino (terça-feira, dia 22), na Rua Pedro Suruagy (quarta-feira, dia 23) e na Alameda São Bento (quinta-feira, dia 24). A interdição ocorre com o auxílio e orientação de agentes de trânsito da SMTT e acontece das 08h às 17h.

Leia também

Sondagem

Também nesta segunda-feira (21), o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) inicia o estudo de sondagem,  que será executado pelos pesquisadores em Geociências do órgão para identificar as características das camadas de solo e sedimentos que compõem o terreno em profundidade. O trabalho será iniciado na área do Centro Educacional de Pesquisas Aplicadas (Cepa), ao lado da quadra coberta e da Escola Professor Vitorino da Rocha. No local, um dos pesquisadores receberá a imprensa às 10h para informar as áreas onde ocorrerão as sondagens, o que é o método, para que ele serve, qual tipo de sondagem será feita, assim como a profundidade e a largura das perfurações.

De acordo com a CPRM, o estudo não oferece nenhum risco à população, tampouco agrava as rachaduras e afundamentos já identificados. As batidas do martelo podem gerar ruídos sonoros. As Defesas Civis Estadual e Municipal acompanharão a execução do trabalho.

Para mais informações sobre os estudos geológicos que estão sendo realizados no Pinheiro, o cidadão pode buscar os canais oficiais de informação, seja no site da Prefeitura de Maceió, por meio do linkwww.maceio.al.gov.br/defesacivil, ou pelo número 0800 030 6205.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas