Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

Procon realiza fiscalização em agências bancárias de Maceió

Dois bancos foram notificados para adequação quanto à triagem com senhas eletrônicas


				
					Procon realiza fiscalização em agências bancárias de Maceió
Ação do Procon foi iniciada em 27 de maio. Procon Maceió

Durante esta semana, o Procon Maceió realizou uma operação de fiscalização nas agências bancárias da capital. O objeito é verificar o cumprimento de leis, como as que tratam do tempo de espera na fila e do atendimento prioritário.

De acordo com o órgão, a ação - iniciada em 27 de maio - foi deflagrada após análise das denúncias feitas pela população.

Leia também

Foram visitados, ao todo, oito bancos de Maceió. Dois deles foram notificados para adequação quanto à triagem com senhas eletrônicas, contando o horário, a data e a permissão para o livre acesso ao interior das agências pelos consumidores.

A diretora-executiva do Procon Maceió, Cecília Wanderlei, alertou que é de extrema importância que os consumidores auxiliem no trabalho do órgão, realizando denúncias através dos canais de atendimento.

“Os consumidores devem buscar o canal correto para reclamar e registrar sua denúncia. Não adianta apenas reclamar nas filas dos bancos ou em casa, tem que reclamar no órgão de proteção para que as medidas necessárias possam ser tomadas", enfatizou Cecília.

A Lei Municipal nº 5.516 de 2006 estabelece que o tempo máximo de espera na fila do banco deve ser de até 20 minutos, subindo para 30 minutos se for véspera ou pós-feriados prolongados e dias de pagamentos dos funcionários públicos.

"Algumas agências estão dando senhas manuais e restringem a passagem dos consumidores para o interior dos estabelecimentos, para evitar dar a senha eletrônica ao cliente, o que não pode acontecer. Por isso, estamos com nossos fiscais in loco para efetivar o cumprimento das normas pelas agências da capital", completou a diretora do Procon Maceió.

A população pode fazer denúncias ou reclamações através dos canais de atendimento:

  • ProconFone: 0800 082 4567;
  • ProconZap: (82) 98882-8326;
  • E-mail Procon: [email protected];
  • Instagram: @proconmaceio.
*com informações da assessoria.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas