Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

Operação Verão vai intensificar fiscalização aquaviária em Alagoas

Ação da Marinha visa à conscientização de condutores e passageiros quanto à salvaguarda da vida humana, à segurança da navegação e à prevenção da poluição ambiental no litoral

A fiscalização do tráfego aquaviário em Alagoas será intensificada a partir da sexta-feira da semana que vem (dia 15), com o início da Operação Verão 2023-2024 da Marinha do Brasil.

A ação será comandada no Estado pela Capitania dos Portos (CPAL) e terá como objetivo, também, a conscientização de condutores e passageiros quanto à salvaguarda da vida humana, à segurança da navegação e à prevenção da poluição ambiental no litoral e nas águas interiores do estado.

Leia também

A operação vai se concentrar entre os meses de dezembro/2023 e fevereiro/2024, período que compreende as festividades de fim de ano e o verão, quando é observado expressivo aumento do tráfego das embarcações de esporte e lazer no mar, rios e lagoas de Alagoas.

Com o slogan "NAVSEG: você conectado a uma navegação segura", a Marinha quer, com a Operação Verão 2023-2024, criar um diálogo com a sociedade civil, principalmente, com as comunidades marítima e náutica.

De acordo com levantamento nacional da Diretoria de Portos e Costas (DPC), Organização Militar representante da Autoridade Marítima Brasileira para os assuntos afetos à segurança da navegação, as infrações que mais chamam a atenção durante as ações de fiscalização são: condução de embarcação por pessoa não habilitada; documentação da embarcação incompleta ou vencida; falta de material de salvatagem (coletes, boias, extintores de incêndio, entre outros); excesso de lotação da embarcação, consumo de bebida alcoólica durante a condução e más condições de navegabilidade das embarcações.

Durante a Operação Verão 2022-2023, a Capitania inspecionou 10.870 embarcações, emitiu 269 notificações para comparecimento, apreendeu 16 embarcações e instaurou três inquéritos administrativos. Além disso, foram realizadas 56 visitas e 54 palestras com 648 ouvintes nas marinas, colônias de pescadores, associações de embarcações e nas praias.

Para as ações iniciadas neste ano, a CPAL e sua agência subordinada, em Penedo (AL), estão empregando mais de 130 militares, com o apoio de 13 embarcações, incluindo lanchas e motos aquáticas, que atuarão em ações de fiscalização no mar e águas interiores de Alagoas.

Apesar de todos os esforços concentrados durante os meses da Operação Verão, as ações educativas e fiscalizatórias não se limitam a esse período, sendo realizadas de maneira ininterrupta durante todo o ano, com foco no cumprimento das normas de segurança da navegação.

A CPAL disponibiliza os telefones 185, para Emergências Marítimas e Fluviais, e (82) 3215- 5800, para denúncias de situações que representem risco para a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e a prevenção da poluição ambiental por parte de embarcações, plataformas fixas ou suas instalações de apoio.

*com assessoria

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas