Nove imóveis são demolidos e outras ações vão ocorrer de forma programada, confirma Defesa Civil

Casas afetadas pelo solo no Pinheiro apresentaram risco de desabamento

Na manhã desta sexta-feira (20), nove imóveis foram demolidos no bairro do Pinheiro, em Maceió. As residências localizadas na quadra entre as Ruas Santo Antônio, Santo Amaro e Santa Julia, atingidas pelo minério, apresentavam risco iminente de desabamento.

Outras demolições vão ocorrer na região, de forma programada, conforme salientou o coordenador da Defesa Civil de Maceió, Abelardo Nobre.

A ação foi realizada por uma empresa especializada contratada pela Braskem, através do Termo de Cooperação com o Município que atende a uma solicitação da Defesa Civil de Maceió.

Segundo o relatório do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), por estarem localizadas na área afetada pela mineração, nos bairros do Pinheiro, Mutange, Bebedouro, Bom Parto e parte do Farol, e, após uma análise realizada pelos técnicos da Defesa Civil Municipal, foi visto que as casas apresentavam problemas estruturais, devido o solo na área estar instável, sendo condenadas.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, toda a área no futuro será demolida e já houve outras demolições programadas dentro do planejamento, porém essa foi emergencial, pois as nove casas apresentavam mais riscos de desabamento, por isso a urgência em demolir.

“No início do mês, ocorreram dois colapsos nesse mesmo quarteirão, e, por questões de segurança, até dos próprios operários que circulam por aqui, foi preciso demolir”, finaliza Abelardo.

Através de um vídeo enviado à GazetaWeb pela Defesa Civil de Maceió, é possível ver o momento da demolição, Confira:

Os moradores da área atingida pela mineração foram beneficiados pelo Programa de Compensação Financeira da Braskem, após termo de acordo firmado entre a mineradora e os órgãos de controle.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p