Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

IPHAN recebe evento em alusão ao Dia Nacional da Visibilidade Lésbica

Projeto apresentou discussões sobre os direitos dos LGBTI+, mulheres lésbicas e bissexuais

Em alusão ao Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, a ONG Ateliê Ambrosina promoveu, na noite desta quarta-feira (29), um evento denominado "Bolacha com Café". Realizado na sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), no bairro do Jaraguá, o projeto trouxe para o público um debate acadêmico-ativista e um conjunto de manifestações artísticas.

Segundo a diretora- pesquisadora e organizadora do projeto, Bruna Teixeira, as discussões levantadas na noite apresentam os direitos dos LGBTI+, mulheres lésbicas e bissexuais. "É justamente por isso que existem editais dessa natureza, para que nos torne fato visíveis. Termos nossos diretos garantidos, que não seja uma vergonha ser feliz e amar quem quiser amar. Então acontecer eventos como esse em estados como o nosso significa romper coisas que estão concretas e estabelecidas", disse.

Leia também

A noite do projeto teve inicio com um show acústico, na qual, os presentes ouviram musicas que se relacionam com o tema tratado durante o evento. Em uma delas, a cantora repete várias vezes que é dona do próprio corpo. Além disso, o público também teve acesso a exposições de fotos que mostram casais de lésbicas.

Com as cadeiras e arquibancadas organizadas para receber uma mesa redonda, a socióloga Regina Lopes, falou, como uma das convidadas para o debate, sobre as experiências das mulheres lésbicas e transsexuais.

"Todo tipo de iniciativa que visibiliza uma identidade, uma experiência, é super válida. Ainda mais quando estamos falando de populações que são criminalizadas e excluídas. Esse evento é magnifico, pois coloca em cheque justamente essa ideia que se tem sobre nós enquanto gays, lésbicas e transsexuais", explicou.

Para a atendente, Shirleide Tenório, que guardou a noite para prestigiar o evento, momentos como o projeto são raros e ajuda a comunidade a se mostrar mais para a sociedade. "Antigamente era algo muito escondido. Hoje em dia estamos, aos poucos, nos mostrando e ganhando esse espaço que é muito importante. Nós precisamos mostrar que não é esse bicho de sete cabeças, é algo bonito e natural", contou.

Essa é a primeira edição do evento, que surgiu de uma aprovação junto ao Fundo Social de Investimento Social ELAS. Ainda na noite, o público presenciou um debate com as participações da pesquisadora e ativista transfeminina Viviane Vergueira, da Bahia; da museóloga Carmen Dantas, de Alagoas, e da rapper Mc Carol Dall Farra, do Rio de Janeiro.


				
					IPHAN recebe evento em alusão ao Dia Nacional da Visibilidade Lésbica
FOTO: Rayssa Cavalcante

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas