Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

Donos de food trucks terão que retirar carrinhos todos os dias após expediente

Medida determinada pela prefeitura entra em vigor em cinco dias e desagrada os empresários

Durante uma reunião nesta terça-feira (11) entre representantes da Secretaria Municipal de Segurança e Convívio Social (SEMSCS) e donos de food trucks que funcionam em diversos bairros de Maceió, foi colocado pelo Município que, dentro do prazo de 5 dias, todos os carrinhos deverão ser retirados do espaço público ao término do expediente e que os empresários precisam fazer a ligação legal da energia elétrica para continuar atuando. Aqueles que estiverem funcionando, mas sem o licenciamento junto à pasta - o que é o caso de cerca de 200 empresários - serão notificados e poderão, até mesmo, terem os equipamentos apreendidos.

A medida foi adotada após o fim do prazo de 30 dias estabelecido pelo Ministério Público para que os empresários fizessem as adequações necessárias, visando coibir o uso indevido do espaço público e se regularizando junto ao Município de Maceió.

Leia também

Cada empresário tem que solicitar, individualmente, a vistoria da SEMSCS para que sejam analisadas as condições de funcionamento de cada food truck. De acordo com Samuel Santos, coordenador de Fiscalização de Ambulantes e Permissionários de Maceió, há mais de 200 empresários do ramo sem o licenciamento e com os carrinhos em funcionamento, e apenas 35 estão devidamente licenciados.

Essa mesma minoria, apesar de licenciada junto ao órgão responsável, também deverá cumprir a nova regra e recolher os carrinhos ao final do expediente. A secretaria vai entrar em contato com a Eletrobras para que a regularização da energia elétrica seja feita junto aos comerciantes.


				
					Donos de food trucks terão que retirar carrinhos todos os dias após expediente
FOTO: Patrícia Mendonça

Enquanto o Município reclama da falta de licenciamento e da ocupação do espaço público, os empresários dizem que a pasta só começou a fiscalizar a atividade após a determinação da Justiça. Antes, os comerciantes afirmam que tentaram fazer o licenciamento, mas não conseguiam nada junto à SEMSCS. Os empresários afirmam ainda que a retirada dos carrinhos todos os dias inviabiliza a atividade.

"O município de Maceió não estimula o empreendedorismo. A retirada e colocada de traillers das praças todos os dias inviabiliza a liberação sanitária. Então, nenhum trailler vai ter liberação sanitária, porque você não pode trabalhar com comida e nem com gelo. Além disso, o abandono das praças vai retornar. A praça onde eu trabalho, por exemplo, era local de tráfico e de prostituição. Hoje, você vê várias famílias por lá. A comunidade é totalmente a favor dos food trucks. Você vê o Corredor Vera Arruda, por exemplo, que foi recentemente revitalizado, mas continua abandonado porque não tem nada que promova a ida das pessoas até lá", ressalta a empreendedora Taís Barreto, que tem um carrinho situado no Conjunto Santo Eduardo.

"Quem trabalha com sorvete, açaí e carnes não tem condições de continuar trabalhando desse jeito. Agora vai ter que desligar o freezer, para remanejá-lo, e os produtos vão se perder. Sem contar com a distância de onde fica localizado o food truck para a casa do empresário", completa Jazir Portela.


				
					Donos de food trucks terão que retirar carrinhos todos os dias após expediente
FOTO: Patrícia Mendonça

Sobre a reclamação dos empresários no sentido de que já tentaram, junto à secretaria, a regularização, Samuel Santos confirma que havia uma demanda reprimida no momento em que assumiu a pasta, há cerca de um ano. De lá para cá, ele diz que a secretaria tem tentado atender a todos os pedidos que chegam. "Quando chegamos, recebemos com vários projetos em andamento. O fato é que eles estão lá sem autorização prévia. Sobre ter que retirar os carrinhos todos os dias, isso é lei. E a lei foi feita para ser cumprida", destaca.

"Eu não sou licenciado e não é por descaso meu. Já solicitei junto à Prefeitura o termo de permissão de funcionamento desde que abri o meu food truck, isso há cerca de seis anos. Já fiz essa solicitação mais de 10 vezes e ainda não sou licenciado", disse o empresário Cléber da Costa.

Apesar de toda de reclamação, o prazo de cinco dias para que os empresários passem a retirar os carrinhos ao término do expediente e também se regularizem junto à Eletrobras foi mantido.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas