Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

Contra a PEC 241, rodoviários vão atrasar saída das garagens nesta sexta-feira

Ônibus só começarão a circular pelas ruas da capital a partir das 8 horas

Os rodoviários de Alagoas aprovaram, nesta quarta-feira (9), a adesão à greve nacional contra a polêmica PEC 241 - a PEC do Teto de Gastos. Por conta disso, na próxima sexta-feira (11), os ônibus só sairão das garagens para cumprimento dos itinerários a partir das 8h.

O levante aderido por rodoviários e outros segmentos de todo o país vem sendo planejado há algumas semanas contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55/16 que chegou ao Senado Federal - a conhecida PEC 241/16.

Leia também

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro/AL) alega que os trabalhadores brasileiros não podem aceitar uma medida que irá causar um retrocesso sem precedentes ao país, uma vez que a proposta limita gastos públicos em todas as áreas para os próximos 20 anos nos três Poderes.

"A PEC que o governo coloca como o ajuste fiscal é o não investimento com previsão de 20 anos. Essa medida vai ter consequências não só para o serviço público, irá refletir também nos serviços privados, gerando um caos econômico sem precedentes. Não investir em educação, saúde e segurança vai acarretar em sofrimentos a toda sociedade", afirmou Écio Ângelo, presidente do Sinttro.

Ainda segundo o presidente do sindicato, a mobilização serve para alertar as pessoas de todos os setores da sociedade. Ele lembra que a adesão da categoria não tem ligação com a questão salarial. "As pessoas pensam que os rodoviários estão aderindo à greve por conta salarial. A medida vai fazer com que o Brasil inteiro, durante 20 anos, sofra um retrocesso. Além de ser uma medida anticonstitucional", afirmou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas