Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

Carro envolvido em colisão na Santa Amélia estava a 100 km/h, diz IC

Acidente, registrado no dia 28 de maio, deixou uma mulher morta e um jovem de 25 anos ferido


				
					Carro envolvido em colisão na Santa Amélia estava a 100 km/h, diz IC
Dois veículos foram periciados após a instauração do inquérito policial. Instituto de Criminalística

A perícia do Instituto de Criminalística apontou que o carro (Fiat Cronos) envolvido em um acidente de trânsito, no bairro Santa Amélia, em Maceió, no dia 28 de maio, estava a 100 km por hora. Isabel Cristina dos Santos Rocha, de 59 anos, que conduzia um Honda Fit, morreu após a colisão. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (13).

De acordo com o instituto, os dois veículos foram periciados após a instauração do inquérito policial, pela Delegacia de Acidentes da Capital, chefiada pelo delegado Carlos Alberto Reis.

Leia também

Os peritos criminais José Adriano e Hugo Moreira foram para o depósito onde estavam os dois automóveis. No local, com as deformações dos veículos e mediante cálculos, a equipe determinou a força necessária para produzir o dano e a velocidade correspondente.

De acordo com José Adriano, o Fiat Cronos foi enviado para a oficina de uma concessionária autorizada da marca em Maceió, para uma perícia complementar. Na terça (11), os dois peritos, ao lado da perita criminal Cyntia Toledo, foram até o estabelecimento comercial e rastrearam o sistema eletrônico, onde foi detectado que o carro havia colidido quando trafegava a 100 km/h.

"Ressaltamos que essa velocidade é a do momento da colisão. Como não teve perícia no dia do sinistro, caso existisse marcas de frenagem na pista, a velocidade correspondente a essa perda de energia seria somada vetorialmente aos 100km/h e essa velocidade seria aumentada", explicou o perito criminal José Adriano.

Engenheiro mecânico, o perito criminal Hugo Moreira explicou que a classificação dos danos, segundo a legislação, se enquadra em um acidente de grande monta e, conforme a literatura técnica, do tipo gravíssimo.

Após finalizados, os laudos serão encaminhados para a Delegacia de Acidentes de Trânsito da Capital.

O motorista do Fiat Cronos, um homem de 25 anos, foi socorrido para um hospital particular, com fratura exposta no membro inferior esquerdo e um ferimento em membro inferior direito. A condutora do Honda Fit, Isabel Cristina dos Santos Rocha, de 59 anos, foi socorrida para outra unidade hospitalar em estado grave, mas não resistiu e faleceu no mesmo dia.

*com informações da assessoria.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas

X