Braskem emite nota e reitera que estudos ainda não apontam a responsabilidade

Empresa afirmou que não há laudo conclusivo que demonstre a relação entre as atividades da Braskem e os eventos observados no bairro

A mineradora Braskem divulgou, por meio da assessoria de comunicação, na manhã desta terça-feira (02), uma nota à imprensa onde afirma que não foi notificada oficialmente sobre a ação judicial proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE) e Defensoria Pública Estadual (DPE), além de reiterar que, até o momento, não há laudo conclusivo que demonstre a relação entre as atividades da Braskem e os eventos observados no bairro.
Confira a nota na íntegra:
Nota à Imprensa
A Braskem tomou conhecimento pela imprensa da ação judicial proposta contra ela pelo Ministério Público do Estado de Alagoas e Defensoria Pública, cujo pedido seria de bloqueio de bens para garantir eventuais indenizações à população afetada. A Braskem reitera que vem, desde o início dos eventos no bairro do Pinheiro, colaborando junto às autoridades competentes na identificação das causas e que não há, até o momento, laudo conclusivo que demonstre a relação entre as atividades da Braskem e os eventos observados no bairro. A Braskem reafirma seu compromisso com a sociedade alagoana e com a atuação empresarial responsável, e de seguir contribuindo na identificação e implementação das soluções.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p