Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

Agentes mantêm paralisação e visitas no sistema prisional seguem suspensas

Esposas de detentos têm realizado protestos no sentido de garantir a visita aos maridos

As visitas de familiares e de advogados aos presos do sistema prisional de Alagoas devem continuar suspensas neste final de semana. A informação foi dada pelo presidente do Sindicado dos Agentes Penitenciários (Sindapen), Kleyton Anderson, na manhã desta sexta-feira (15).

Os servidores anunciaram que a paralisação está mantida até que o governo cumpra o acordo, garantido a implantação do Plano de Cargo e Carreiras (PCC) e o adicional de periculosidade.

Leia também

A proposta do Plano de Cargo e Carreira encontra-se na Assembleia Legislativa para votação.

De acordo com o presidente do sindicato, a paralisação está mantida nas unidades prisionais de Alagoas até que Plano de Carreira e da incorporação do adicional de periculosidade sejam incluídos nos vencimentos, conforme um acordo anterior da categoria celebrado com representantes do Poder Executivo. A proposta encontra-se na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) para votação, mas o adicional não consta no texto do projeto.

Apesar da paralisação há uma semana, os agentes alegam que não estão realizando nenhum movimento grevista, mas, sim, cumprindo apenas o "trabalho seguindo as recomendações de segurança adequadas, que preconizam o efetivo de um agente para cinco reeducandos - padrão distante do nosso sistema prisional". Mulheres de presos têm realizando atos à porta de diversos órgãos cobrando a visita aos seus companheiros que estão detidos.

"Diante da precariedade das condições de trabalho que colocam em risco a integridade dos servidores, reeducandos, visitantes e advogados, apenas os serviços essenciais seguem funcionando", garantem os agentes penitenciários em nota enviada à imprensa. Com a suspensão dos servidores, os advogados cobraram dos órgãos responsáveis pelo Sistema Prisional uma caminho para que as visitas aos reeducandos sejam restabelecidas o quanto antes.

Por meio da assessoria de imprensa, a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) explicou que o governo tem mantido um diálogo permanente com a categoria através da Seplag. A Seris diz esperar que haja um entendimento para que os agentes penitenciários retomem as suas atividades, sejam cada vez mais valorizados e assegurem as diretivas previstas na Lei de Execução Penal.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas