Tio e sobrinho acusados de homicídio vão a júri em Quebrangulo

Réus estariam envolvidos na morte de Márcio Lopes e Adolfo Manoel dos Santos, em 2011, na cidade de Paulo Jacinto

Os réus Christiano Vanderley da Silva e José Soares de Souza, acusados de assassinar Márcio Lopes da Silva e Adolfo Manoel dos Santos, em 2011, na cidade de Paulo Jacinto, vão a júri popular nesta terça (21), às 9h, no Fórum da Comarca de Quebrangulo. A sessão será conduzida pela juíza Luana Cavalcante de Freitas.
De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público (MP/AL), as vítimas foram surpreendidas pela dupla com vários disparos de arma de fogo, no dia 22 de outubro, na rua São Pedro, no Centro de Paulo Jacinto. Antes de morrer, Adolfo apontou Christiano e José Soares como os autores do crime.
O assassinato, ainda segundo o MP/AL, teria sido motivado por vingança, já que os réus acusavam uma das vítimas do assassinato de Marcos André, irmão de José Soares e sobrinho de Christiano. Em interrogatório, os réus negaram participação no ocorrido. Eles foram pronunciados, em janeiro de 2016, e serão julgados por homicídio duplamente qualificado.