Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > JUSTIÇA

Justiça solta mãe acusada de arremessar filha contra carro

Suspeita tentou fugir no momento do ocorrido, mas foi alcançada por militares, sendo presa em seguida; ocorrência foi registrada no Benedito Bentes

A Justiça de Alagoas determinou a soltura da mulher de 50 anos acusada de agredir e jogar a própria filha, de 3 anos, contra um carro em movimento, no bairro do Benedito Bentes, na parte alta de Maceió, no domingo (8). A suspeita tentou fugir no momento do ocorrido, mas foi alcançada por militares, sendo presa posteriormente.

Segundo a decisão, a liberdade provisória foi concedida mediante medidas cautelares, como: comparecimento bimestral ao juízo competente, a fim de informar onde se encontra residindo e eventualmente trabalhando; proibição de mudar de domicílio sem comunicação ao juízo competente; e proibição de ausentar-se da comarca por período superior a 10 dias sem autorização judicial.

"Fica a flagrada advertida que o descumprimento das condições implicará na decretação da prisão preventiva, as quais ficam estabelecidas no termo de audiência de custódia. Expeça-se o competente Alvará de Soltura, devendo a custodiada ser posta em liberdade se, por outro motivo, não estiver presa", detalha a decisão.

Segundo informações de testemunhas, a criança começou a ser agredida enquanto estava em um ônibus com a sua genitora e, ao descer do veículo, foi jogada pela mulher contra o carro em movimento. A menor não ficou ferida.

Artigos Relacionados

Ainda não há informações do que teria motivado a agressão. A criança foi levada para uma instituição de acolhimento, enquanto o Conselho Tutelar busca por familiares da vítima, para que a menor tenha um novo responsável.

Segundo a Polícia Militar (PM), que atuou na ocorrência, a mulher estava bastante agitada, com sinais de embriaguez, falando palavras aleatórias com os militares no momento da prisão.

Em seguida, ela foi levada à Central de Flagrantes, no Farol, onde foi detida por maus-tratos de incapaz, abandono e agressão.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas