Justiça decreta prisão de acusado de tentar matar PM em Junqueiro

Militar revidou a uma agressão e ficou com rosto desfigurado; caso ocorreu durante festa

A Justiça decretou a prisão do acusado de tentativa de homicídio contra um policial militar durante uma confusão no último dia 31, no município de Junqueiro. Na briga, o militar, de identidade não informada, foi espancado e ficou com o rosto completamente desfigurado. Ele ainda teve a arma roubada.
O acusado, Fábio Vieira Rodrigues, está internado na Unidade de Emergência do Agreste (UEA) Doutor Daniel Houly, em consequência de um disparo de arma de fogo em uma das pernas. O tiro foi deflagrado pelo PM na tentativa de se defender do espancamento. Porém, ele foi dominado por amigos do acusado, que continuaram a sequência de espancamento. 
"Sem a decisão da Justiça, a qualquer momento, a prisão em flagrante do Fábio Veira Rodrigues poderia ter sido relaxada", informou uma fonte policial.
O militar foi espancado e teve a arma roubada. Tudo começou com uma confusão entre algumas pessoas que estavam participando de uma prévia carnavalesca com o cantor Julinho Porradão.