Justiça aceita denúncia e torna réu comerciante que matou ex-mulher

Jeferson foi denunciado pelo Ministério Público Estadual por homicídio quadruplamente qualificado

A Justiça de Alagoas aceitou a denúncia do Ministério Público de Alagoas (MPE) e tornou réu Jeferson Timóteo da Silva, acusado de matar a ex-mulher no dia 14 deste mês, dentro da loja dela, em Murici, na Zona da Mata alagoana.

Carla Janiere da Silva Barros foi morta com cinco tiros. O crime ganhou repercussão no estado de Alagoas.

Um vídeo, gravado pela amiga da vítima, mostra o momento em que Carla e Jeferson discutem, minutos antes do assassinato, e ele fica alterado a ponto de ameaçá-la. Essa amiga, inclusive, presenciou o feminicídio.

Jeferson foi denunciado pelo Ministério Público Estadual por homicídio quadruplamente qualificado. No entendimento do órgão, ele matou a ex-mulher por motivo torpe, meio cruel, sem chance da vítima se defender e com o agravante do feminicídio.

A ação penal foi proposta pela promotora de Justiça Ilda Regina Reis, titular da Promotoria de Justiça de Murici, e acatada pelo juiz Diogo de Mendonça Furtado da vara daquele município.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p