Reeducando é encontrado morto no Presídio do Agreste

Homem cumpria pena por homicídio; Seris vai apurar o fato

Um reeducando de 28 anos de idade foi encontrado morto, nesta sexta-feira (17), em uma cela do Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano, no interior de Alagoas. Ele era condenado por homicídio, segundo a Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris).

O homem foi encontrado com uma corda no pescoço. Contudo, as circunstâncias do fato serão apuradas pelo Polícia Civil, que deve investigar se o caso trata-se de suicídio ou homicídio. Os reeducandos que estavam na cela com ele também serão ouvidos pela Polícia Civil.

A identidade do reeducando não foi divulgada. O Presídio do Agreste é conhecido por receber presos ligados a facções criminosas. Uma equipe da Perícia Oficial esteve na unidade prisional para recolher o corpo e analisar o local do fato.

Por meio de nota, a Seris informou que também vai instaurar procedimento para apurar as circunstâncias do fato.