Pousada de Maragogi vai permitir topless a partir de agosto

Iniciativa começou após uma campanha de outubro rosa; Projeto de Lei 190/22 que libera o topless no Brasil foi discutido na Câmara dos Deputados

Uma pousada no município de Maragogi, em Alagoas, vai permitir, a partir de agosto deste ano, a prática do topless. O estabelecimento pertence a empreendedores que há 3 anos resolveram vender tudo em Curitiba e morar no litoral Norte de Alagoas, para montar a RiiA.

“No ano passado fizemos a campanha do Outubro Rosa, onde permitimos a prática do topless para chamar a atenção para o autoconhecimento e quebrar tabus. Tivemos uma excelente repercussão e, então, decidimos permitir a prática do topless na área da piscina em nossa pousada. Agora de forma definitiva”, declarou Derek Riva, um dos proprietários da pousada.

“A história do câncer de mama para mim toca muito forte porque minha madrasta teve câncer de mama uns cinco anos atrás e, graças a Deus, descobriu cedo e conseguiu se tratar. Deu tudo bem, mas precisou fazer terapia. Foi uma fase bem intensa na família. A ideia da campanha era chocar a sociedade, era chamar a atenção para um exame que demora trinta segundo e pode salvar vidas”, acrescentou
Derek, que ressalta que o topless será permitido na área da piscina.

Em março deste ano, o Projeto de Lei 190/22 que libera o topless no Brasil foi discutido na Câmara dos Deputados. A proposta altera o Código Penal, para deixar claro que não se considera ato obsceno a mera exposição do corpo humano acima da linha da cintura, em qualquer ambiente público, especialmente em praias, margens de rios e piscinas.