Polícia procura idoso suspeito de estuprar filhas adotivas por sete anos

Segundo a PC/AL, o crime foi filmado por uma das vítimas no dia 15 de maio deste ano

A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) instaurou inquérito para apurar a denúncia contra um idoso de 72 anos, suspeito de cometer abusos sexuais contra as duas filhas adotivas durante sete anos. Segundo a polícia, o último estupro cometido pelo abusador foi parcialmente filmado por uma das vítimas, no dia 15 de maio deste ano.

De acordo com o agente de polícia Paulo César, o suspeito adotou as duas crianças quando elas tinham cinco anos e os abusos começaram aos sete, diariamente. Além das vítimas, o idoso também ameaçava a esposa de morte.

Os abusos começaram quando a família morava no interior de São Paulo. Há um ano e meio, eles se mudaram para a zona rural de Craíbas, interior de Alagoas.

No dia 15 de maio, uma das filhas conseguiu filmar parcialmente o estupro. O caso foi denunciado à polícia, que abriu inquérito para apurar o caso.

“Isso já está provado nos autos, mediante provas testemunhais e laudos periciais”, afirma o agente.

Após o crime ter sido denunciado, o idoso fugiu utilizando o carro da esposa, que foi encontrado, posteriormente, no Povoado Folha Miúda. O homem segue sendo procurado pelas Polícias Civil (PC) e Militar (PM).

*Com assessoria