Polícia faz buscas em mata para recapturar foragidos de Cisp em Pão de Açúcar

Detentos molharam lençóis e puxaram as grades no teto da cela para fugir; quatro deles conseguiram escapar

A polícia procura "nas matas" quatro presos que fugiram do Centro Integrado de Segurança Pública de Segurança (Cisp) de Pão de Açúcar, no último sábado (28). De acordo com o delegado da cidade, Edvaldo Menezes, a polícia até já entrou em perseguição com os foragidos, mas não conseguiu recapturá-los.
Segundo o delegado, a fuga chamou a atenção dos policiais. "Eles devem aprender isso em filmes", comenta. Menezes conta que os detentos molharam lençóis e puxaram as grades no teto da cela a ponto de conseguirem passar pelo espaço. Ele detalha que esse procedimento foi feito em duas celas, haja vista que fugiram dois de cada uma.
Edvaldo Menezes diz acreditar que o plano foi arquitetado e executado pelo detento mais antigo, que estava preso há cerca de um mês. O delegado informou que os foragidos têm idade entre 30 a 35 anos. Dois deles respondem por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, outro somente por tráfico de drogas e o quarto por tentativa de homicídio.
O delegado contou que a ação dos bandidos chamou atenção dos peritos que foram até o local. Isso porque, segundo ele, o espaço aberto é tão pequeno que não passa nem a cabeça de um adulto com facilidade. Menezes revela que os presos eram "vizinhos" de cela e que os dois primeiros a fugir ajudaram os outros.
De acordo com a polícia, a fuga aconteceu no começo da manhã, e, após saírem pela parte de cima das celas, os detentos seguiram para a região de mata da cidade. O delegado conta ainda que, durante uma perseguição, chegou a encontrar uma mochila que, segundo ele, estaria sendo usada pelos foragidos.