Polícia escuta mãe de criança morta com avós em São Sebastião

Pai da menina é o principal suspeito do crime e ainda não foi localizado

A Polícia Civil conseguiu contato com a mãe de Maria Andrielly dos Santos, de 2 anos, achada morta junto aos avós na última quinta-feira (30), no município de São Sebastião.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Fernando Lustrosa, a mulher é residente do estado de Minas Gerais e cooperou com a polícia, inclusive fornecendo uma série de contatos telefônicos. Já o pai da criança, suspeito do crime, ainda não foi localizado. A polícia disse estar se mobilizando para descobrir o paradeiro dele.

Ainda na semana passada, foi informado pela polícia que a suspeita é de que o pai da menina, que já tem passagem pela polícia por outros crimes, teria tido a informação de que o casal sacaria uma quantia em dinheiro, proveniente de um empréstimo consignado, e planejou um roubo que resultou nos homicídios. A hipótese do empréstimo foi confirmada, mas a polícia ainda não teve acesso a valores.

"Estamos em diligências. Aguardando principalmente o resultado dos laudos de DNA encontrado na cena do crime, e da perícia papiloscópica" , informa Lustrosa

José Alfredo dos Santos, de 66 anos, Antônia Maria da Conceição, 68 anos, e a neta foram achados mortos enrolados em lençóis, dentro do banheiro da casa . A casa, segundo testemunhas, estava destelhada. O IML de Arapiraca concluiu que os três foram assassinados por arma branca.

Um suspeito do crime chegou a ser preso e ouvido pela investigação, mas não foi autuado. As autoridades aguardam os resultados da perícia para confrontar o material genético.