Manutenção em adutora vai deixar cidades do Agreste sem água nesta terça e quarta-feiras

Trabalho pretende garantir continuidade do abastecimento e terá duração de 48 horas; abastecimento deve ser retomado na quinta

Uma paralisação no Sistema Adutor do Agreste prevista para acontecer nesta terça-feira (15) vai paralisar o abastecimento de água em alguns municípios da região. A previsão é que os trabalhos, que serão iniciados nas primeira horas de amanhã, durem 48 horas.

De acordo com a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e a empresa parceira Agreste Saneamento, o abastecimento ficará prejudicado nas cidades de Craíbas, Igaci e Arapiraca, especificamente nos bairros Alto do Cruzeiro, Baixa Grande, Brasiliana, Bom Sucesso, Caititus, Capiatã, Cavaco, Cohab Nova, Cohab Velha, Eldorado, Jardim Maria, Jardim Esperança, Novo Horizonte, Planalto, Santa Edwirges, Santa Esmeralda, Senador Arnon de Mello, Senador Nilo Coelho, Senador Teotônio Vilela e Vila São Vicente.

Os serviços incluem trabalhos de inspeção, lubrificação, limpeza e aperto de conjuntos motobomba, painéis e outros equipamentos da estação de captação de Traipu, da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Arapiraca, bem como da malha adutora do sistema. Os trabalhos são necessários para garantir a continuidade do abastecimento e mais segurança hídrica.

A previsão é que as instalações retornem a operar assim que os trabalhos forem concluídos, programado para às 24h da quarta-feira (16). O abastecimento será recuperado gradualmente ao longo da quinta-feira (17). Nesse intervalo de tempo, devido |à normalização das atividades, poderão se verificar episódios de irregularidade de abastecimento nas localidades citadas em que foram realizadas a manutenção.

A Casal lembra que as manutenções preventivas dos dois sistemas coletivos do Agreste fazem parte do contrato de Parceria Público-Privada (PPP) com a Agreste Saneamento, e reforça que essas situações de paralisação são temporárias, por isso pede a compreensão dos usuários.

A Companhia de abastecimento, disponibiliza aos moradores o telefone 0800 082 0195 para contato e saber mais informações.