FPI interdita laticínios e recolhe 300 kg de queijo e iogurte

Produtos e insumos estavam em meio a moscas e veneno, em Cacimbinhas e Palmeira dos Índios

As fábricas de Iogurte Tantty, em Palmeira dos Índios, e o laticínio Santa Isabel, em Cacimbinhas, foram novamente interditadas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Elas foram fechadas na última etapa da FPI, em novembro do ano passado, e receberam as devidas orientações para a regularização. Porém, as empresas não buscaram os órgãos competentes e reabriram as portas com as mesmas irregularidades. Durante os trabalhos, 300 quilos de produtos foram apreendidos. 
A fábrica de Iogurte Tantty foi interditada porque insistiu em continuar fabricando o produto com selo falsificado. O responsável pelo estabelecimento foi conduzido para a delegacia regional de Palmeira dos Índios, onde foi realizado o flagrante pelos crimes de desobediência e de falsificação de selo oficial. 
Já o IMA lavrou auto de infração pelo fato de a empresa funcionar sem licença ambiental. O órgão também promoveu a Interdição do local. Já o Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) registrou um Comunicado de Ocorrência Policial (COP) por falsificação de selo público, desobediência e fazer funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização de órgão competente. 
Laticínio em Cacimbinhas 

Fiscalização também flagrou toalha infestada por moscas em laticínio - Foto: FOTO: Assessoria do MPE

Já no segundo caso, a fiscalização flagrou a construção de uma fábrica de laticínios no meio da Caatinga, onde foram constatadas as péssimas condições de higiene em que acontecia a fabricação de queijo de manteiga. Na oportunidade, o IMA lavrou dois autos de infração contra o laticínio Santa Isabel: por funcionar sem licença ambiental e por fazer uso de lenha sem comprovação de origem. 
A Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas  (Adeal), por sua vez, interditou a fábrica e lavrou autos de infração e de apreensão.  Já o BPA também aplicou penalidade, e o COP foi confeccionado em função da poluição praticada contra o meio ambiente.
Apreensões 
Na fábrica Tantty, foram apreendidos 300 quilos de iogurte e de doce de leite. Já no laticínio, o recolhimento foi de 100 quilos de creme de leite, 36 quilos de queijo, 20 quilos de manteiga, e 110 quilos de massa para produzir queijo, além de seis metros cúbicos de lenha. 
O Santa Isabel foi o local onde se deu o flagrante mais grave. isso porque veneno de formiga estava guardado em cima das sacas de farinha e trigo, enquanto a manteiga era armazenada dentro de um balde de graxa lubrificante.
Além disso, a Adeal chamou a atenção para um outro fato: o queijo estava recebendo farinha, ou seja, o produto era fabricado de forma adulterada. Além disso, constatou-se outro agravante, no caso, para quem tem alergia a glúten, que, ao ingeri-lo, poderia sofrer as reações próprias e quem tem intolerância à substância. 
Todo os produtos apreendidos serão encaminhado para incineração.