Crise inviabiliza realização de São João na cidade de Rio Largo, diz prefeitura

Poder Executivo municipal diz que não tem dinheiro para realizar as festividades tradicionais

A Prefeitura de Rio Largo informou, nesta sexta-feira (13), que, diante da dificuldade econômica do país e atendendo a uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado, o Poder Executivo decidiu suspender os festejos juninos. A prefeitura comunicou ainda que decidiu adotar medidas destinadas à redução de custeios.
De acordo com a assessoria de imprensa, a decisão de suspender os festejos se deu diante da preocupação da gestão em cumprir com os ditames da legislação vigente, em especial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), em observância rigorosa às recomendações dos órgãos controladores. 
"Convém destacar que, apesar de Rio Largo ser uma cidade onde existem tradições de festas Juninas, o Poder Executivo não tem condições de realizar o evento, curvando-se à realidade econômico-financeira do município", diz um trecho da nota enviada à imprensa na tarde desta sexta-feira. 
A prefeitura ressaltou ainda que existe a preocupação de manter os "serviços públicos essenciais, bem como a manutenção do calendário de pagamento dos servidores, direcionando os recursos no avanço dos investimentos em assistência social, educação, saúde, melhorias na infraestrutura da cidade".