Sindpol cita desvalorização dos policiais civis por parte do governo de Alagoas

Categoria alega que propaganda contempla apenas a Polícia Militar

Os policiais civis se sentiram, mais uma vez, desvalorizados com a nova propaganda do Governo de Alagoas, falando sobre a redução da criminalidade. Mais uma vez, apenas a Polícia Militar foi apontada como a responsável pela diminuição dos crimes no estado. O material da campanha está sendo veiculado em outdoors e outbus.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) Ricardo Nazário esclarece que os policiais civis estão revoltados com a propaganda pela forma mentirosa que a comunicação do Governo de Alagoas propaga as informações. “Os assaltos a bancos no Estado acabaram devido ao trabalho, à inteligência e à investigação dos policiais civis, que se engajaram para reduzir e combater os roubos aos bancos que estavam assolando Alagoas”, revela o sindicalista.

“Vários municípios foram sitiados, e hoje o sucesso de não ter mais o assalto a banco é devido ao profissionalismo dos policiais civis do Tigre, da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), da Delegacia de Roubo a Banco, e do trabalho de investigação da Polícia Civil”, explica o dirigente sindical.

Ele ressalta que a comunicação do “Governo do Estado está tentando enganar a população, quando diz que prega a integração das Polícias, mas, na verdade, está mais do que evidente, que o ‘carro chefe’ é a Polícia Militar, excluindo a atuação da Polícia Civil. O Governo do Estado desvaloriza os policiais civis. O Sindpol repudia esse tratamento mentiroso, por parte da comunicação do Governo do Estado”.

“Várias ações exclusivamente da Polícia Civil resultaram no esclarecimento de crimes de homicídios, apreensão de drogas pela Delegacia de Homicídios e pela Delegacia de Narcóticos, exclusivos de redução da criminalidade, mas a comunicação do governo coloca mentirosamente o resultado positivo para a Polícia Militar”, denuncia Ricardo Nazário.